VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA

Correio Do Autor

assuncaopontopaulinhoarrobagmailpontocom

quarta-feira

[INVOCAÇÃO À DEUSA DA ESCRITA]

[que não me conceda a escrita fácil, ligeira ou preguiçosa, a que não seja proveniente do trabalho, unicamente do trabalho, trabalho contínuo, incansável, diuturno e noturno, na ourivesaria das palavras.]

[que não me deixe cair nos círculos viciosos e enganadores da inspiração.]

[afaste-me das palavras gastas, palavras acostumadas às frases do senso comum, palavras deterioradas pelo uso negligente e efêmero, palavras clivadas entre intenção e ato.]

[conceda-me o verbo novo, sempre novo, como as manhãs de cada dia novo.]

[conceda-me o acesso ao reino das palavras inventadas, brincantes, palavras que o povo constrói de janela a janela, de rua a rua, na vida comunal dos bairros.]

[se poema, que ele rebrilhe ao sol como se lâmina afiada.]

[se conto, que ele provoque espanto, encantamento, e dê aos leitores o súbito e benéfico terremoto da vida em movimento.]

[se ensaio, que ele possua a amêndoa do conceito desencadeador de mundos inaugurais para a vida dos homens.]

[conceda-me estradas e desvios que não me levem à ira, ao ódio, nem deixe que as palavras que me ocorram estejam contaminadas pelo belicismo destruidor.]

[não deixe que o espaço territorial da folha em branco seja assemelhado a campos de treinamento dos senhores da guerra.]

[conceda-me a leveza, conceda-me a delicadeza, conceda-me a elegância como bússola estética e estrela-guia.]

[não me deixe cair nas armadilhas do preconceito estético, poético, filosófico, político ou ideológico.]

[conceda-me a alegria permanente diante da folha em branco.]

[não deixe que as minhas palavras estejam subnutridas de música.]

[ilumine-me às obras do passado e faça o meu coração se abrir às obras do presente.]

[não deixe que a palavra trabalhador esteja separada e dissociada do ato de escrever.]

[e que este seu modesto servidor, paulinho assunção chamado, um pobre homem das beiras do córrego da confusão, não se submeta à ordem dos tecnicismos estéreis, predadores e anti-humanistas dos inimigos da criação.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário