VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA

Correio Do Autor

assuncaopontopaulinhoarrobagmailpontocom

sábado

[RELEITURAS DO NÚMERO TRÊS]

[as três linhas do haicai; a mãe
que grita ao filho "vou contar até três";
as três pessoas da santíssima trindade;
as três batidas na madeira

para que o azar caia fora, e nos deixe,
e nos abandone; as três marias 
de mãos dadas no céu das constelações;
os três operadores da dialética, posto

que tese, antítese, síntese; as três
dimensões do tempo, posto que passado,
presente, futuro; os três ângulos
do triângulo, posto que reto, agudo,

obtuso; as três classes do triângulo,
posto que equilátero, isósceles, escaleno;
a magnífica harmonia do três, sobre a qual
disse virgílio em sua exclamante

omne trinun perfectum; os três
reis magos, posto que melquior, baltasar,
gaspar; as três oferendas dos três magos,
posto que ouro, incenso, mirra; o feito

três vezes feito, posto que na lei judia
isto quer dizer permanente; o elo
do um com o dois, posto que na cabala
o três é paz e integração; o prisma

da luz em três cores primárias, posto
que azul, amarelo e vermelho; os três
pontos da assinatura maçônica; as três
matérias do trívio medieval, posto

que gramática, lógica, retórica; os três
estágios da visão aristotélica, posto
que princípio, meio, fim; o triplo
de três que me coube, posto que a casa

traz no frontão o número 333; as três
folhas do trevo, posto que acaso, posto
que sorte nos ermos do jardim; o três 
da flor-de-lis, formada pelas gotas 

do leite de hera; os três mosqueteiros
de dumas; o três não nomeado, não dito
pelos ianomâmis, imencionável numérico; ou
o três argolante-enlaçante do nó borromeu.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário